Projetos‎ > ‎

Programa de Ecoeficiência

» Experiência de Carla Stoicov quando trabalhou no Banco ABN Amro Real. Primeiro como integrante e depois na vice-coordenação do comitê. «

A iniciativa foi lançada pela área de Educação e Desenvolvimento Sustentável (EDS), juntamente com outras iniciativas que nasceram em 2002. As principais características destas iniciativas é que todas elas eram formadas por funcionários, de diferentes áreas, com diferentes experiências e formações, de qualquer nível hierárquico e o principal, que eram voluntários, ou seja, queriam fazer parte da iniciativa. De forma geral os integrantes não tinham regra para entrar ou sair e nenhuma obrigatoriedade quanto a sua participação mínima. Podiam participar de todas as reuniões sem nunca se reponsabilizar por nenhuma atividade. Isso era negativo pois no fim, apesar das iniciativas terem diversos participantes quase sempre os mesmos é que tocavam as atividades. Mas por outro lado era positivo, pois muitas vezes as contribuições destas pessoas vinham através de idéias, que afinal era a riqueza destes grupos, dada a diversidade de seus integrantes.

Em 2003 entrei no grupo como integrante e comecei a entender como as ações ocorriam para implantar o Programa de Ecoeficiência. Todas as ações e projetos tinham como objetivo permear a cultura ecoeficiente nos produtos e serviços oferecidos pela organização. O grupo tinha um planejamento anual que era trazido para as reuniões quinzenais na forma de pauta. A coordenação (coordenador, vice-coordenador e secretário, que normalmente era exercido por algum estagiário da área de EDS) apresentava uma questão que constava no planejamento para o grupo e os integrantes davam opinião e se volutariavam sendo responsáveis por atividades do plano de ação. Inicialmente cuidei de criar (já que minhas funções na organização estavam ligadas à área de Tecnologia da Informação-TI) uma aplicação que permitiu armazenar e gerir o conhecimento produzido pelo grupo dando incício assim a uma base histórica. Logo depois fui destacada para ser a responsável em TI por receber e analisar impressões desnecessárias em sistemas existentes, analisando aspectos técnicos e legais. Quanto mais campanhas de conscientização e sensibilização fazíamos mais demandas chegavam das agências. Nestas análises foi possível detectar e solicitar alterações em muitos sistemas, que geralmente geravam muito desperdício de papel e energia devido a impressões não solicitadas ou com espaçamentos que transformavam conteúdos de um página em duas ou mais. Mas neste trabalho também detectamos que, em algumas poucas situações, as equipes das agências achavam que era desnecessária a impressão quando na verdade aquele documento deveria ser arquivado ou entregue ao cliente. Então este tipo de situação gerou insumos para programas de treinamento ou atualização dos funcionários das agências.

Nos dois anos seguintes fiz parte da coordenação do grupo atuando como vice-coordenadora. Então estive muito mais envolvida com:
  • Avaliação de fornecedores que apresentavam proposta sustentável e ecoeficiente de produtos ou serviços que podiam ser adquiridos pelo Banco, em substituição ou não de algo existe.
  • Implantação da coleta seletiva na rede de agências do Banco Real (na época que eu estava a meta era chegar a 40% da rede).
  • Organização e palestras de conscientização em universidades e empresas.
  • Inserção do papel reciclado no material de treinamento e comunicações internas e externas da organização (fomos pioneiros nisso quando ainda achávamos que o papel reciclado era o melhor caminho a ser seguido).
  • Coordenar a edição do Concurso do Mês do Meio Ambiente de 2004-2005, definindo tema, material da campanha, verba que as agências teriam para realizar a ação e análise dos trabalhos enviados.
  • Definição do plano anual do grupo. Apresentar e selecionar projetos, definindo equipe executora e acompanhando prazos e resultados.
  • Coordenar as ações dos projetos junto às demais áreas da organização.
  • Elaborar o plano de ação de Comunicação de 2004-2005 e briefing das campanhas.
  • Apuração anual dos resultados alcançados.
  • Apresentação dos resultados e do plano anual para o presidente do Banco (Fábio Barbosa).

Públicos alcançados pelos projetos implantados (até Dez/2005):
• Rede de agências (17.000 mil funcionários) e edifícios administrativos (8.000 mil funcionários).
• Clientes Pessoa Física e Jurídica (número variável dependendo da carteira de clientes e tipo de ação).

Um dos materiais produzidos na épóca, que não deve ser mais utilizado devido a evolução do tema na organização, é a Cartilha de Ecoeficiência que deixo aqui como um pedaço da história deste grupo.

ċ
CartilhadeEcoeficiência(2003).pdf
(1899k)
Carla Stoicov,
30 de out de 2010 11:47